russia colagemA pequena cidade de Serguiev Possad (em 70 km para norte de Moscovo) encontra’se Troitse-Serguieva Lavra – centro da igreja ortodoxa da Russia, monumento da arquitectura antiga. Foi fundada por monge Serguiy Radonejskiy nos anos 30-40 do seculo XIV. Filosofo teologico russo Pavel Florenskiy escreveu: “Lavra e um retrato artistico da Russia em toda sua complexidade e qualquer outro lugar comparado com ele e pura e simplesmente uma fotografia... Aqui encontramos nem so a estetica, mas o sentimento da historia e sensacao da alma do povo”. O primeiro edificio de pedra no territorio do mosteiro e a Catedral Troitskiy (da Trinidade) (1423).  Neste pode ver o iconostase do seculo XV com a coleccao de rarissimas pinturas da Russia antiga. A “Trinidade” de Andrei Rubliov de fama mundial antes de 1929 estava aqui e depois passou para a galeria Tretiakov. En vez dela no iconostase foi posta uma copia. A parte central do mosteiro esta ocupada pelo Catedral Uspenski (1585) que repete em suas formas o Catedral do Kremlin de Moscovo e em dimencoes e ainda um pouco mais grande.



Ha muitas lendas ligadas a cidade Alexandrov que fica situado a 100 km de Moscovo. Conforme diz uma houve tempo em que aqui morava Niquita Kholop que, talvez, era primeiro homem que tentou levantar o voo, tinha feito asas de madeira, prendeu-nas as maos com a corda e saltou do telhado da igreja.

Nos antigos arrabaldes de Alexandrov desaparece a pista de famosa “liberia” – biblioteca de Joao o Terrivel. Esta foi a mais grande colecao do seculo XVI de pergaminhos gregos, cronicas latinas, manuscritos de judeus antigos, foi uma maravilha de admiracao segundo sientistas contemporaneos do rei moscovita e asta biblioteca desapareceu. Ate agora esta misteriosa liberia provoca um interesse imenso entre os cacadores de tesouros e escritores de policiais.

Pereyaslavl-Zalesskiy esta situado na regiao de Yarosslavl a 130 km de Moscovo na beira do lago Plestsheevo. As vezes parece que o numero das igrejas antigase muito maior que a quantiade de cafeteiras, hoteis e lojas. Os templos medievais, mosteiros atraem atencao de turistas, entre eles um dos templos mais antigos – Catedral Spasso-Preobrajenskiy (1152 – 1160).

O lago Plestsheevo e unico porque nele ha uma unica especie de peixe – arenque de Pereyaslavl ou ryapushka do genero de salmonidas. Esta peixe e relito maritimo e comecou sua vina na agua doce, talvez, na altura de dissolucao de gelos glaciarios.   Os reis da Russia gostavam muito de ryapushka (e por isso que leva ainda outo nome arenque-dos-reis) e sua imagem esta no escudo de  Pereyaslavl-Zalesskiy.

Perto de Pereyaslavl-Zalesskiy a beira do quieto lago Plestsheevo encontra-se o mais antigo museu provincial da Russia que em 2003 comemorou seu 200 aniversario e “Bote de Pedro I”. Neste mesmo lugar em 1688-1693 sob a direccao de jovem rei Pedro I foi construida uma frota “ridicula” de instrucao – o antecessor da potente Armada Russa. Ficou intacto somente este bote entre centenas dos navios e para sua conservacao foi construida uma casa especial em 1803 – “Casa de bote”.

A cidade mais antiga do nordeste da Russia e Rostov Veliquiy (Rostov o Grande) cuja existencia ascende ao ano 862 em que foi mencionado nas cronicas manuscritas. Esta situado na margem do lago Nero o que quer dizer “pantanoso, lodoso”. Seu fundo esta formado por uma camada de lodo de 20 metros, o lodoesta usado na agricultura dos campos. As aguas do lago reflectam a imagem das torres do Kremlin de Rostov que impressiona por sua arquitectura de pedra branca.

O Catedral Uspenskiy de Rostov o Grande – e o primeiro templo cristao na parte nordeste da Russia lugar antigo e santo do episcopado de Yaroslavl. O Templo conta sua historia desde ano de 991, epoca de baptismo da Russia. O templo foi reconstruido por completo quatro vezes. Sua entrada foi muitas veses gasta por pes dos santos segundo bencoado Filaret.  Depois da ultima reconstrucao passaram 500 anos.
Yarosslavl – e a cidade antiga que tem muitas igrejas bonitas e alguns mosteiros do seculo XVI. Esta e a patria do teatro profissional russo. O grupo amador de Volkov foi organizado nos meados do seculo XVIII. Mais tarde ao receber o convite da imperatriz este grupo mudou para Peterburgo e se tornou a raiz do primeiro teatro profissional na Russia.

O excelente cais do Volga e o lugar predilecto de repouso e passeios quer a pe quer em coche esta decorado de uma esbelta grade metalica do seculo XIX. Ha pouco foi aberto em Yaroslavl museo de Djon Mostoslavskiy. Neste estao representados discos de gramafone, harmonicas, relogios franceses, campainhas e tudo isto funciona e forma uma atmosfera sonora.

Esta e a pequena cidade situada em duas margens do rio Volga e cada parte da cidade tem seu proprio nome – Romanov e Borissoglebsk. Antes do poder sovietico levou este nome duplo e depois foi renomeado. A cidade impressiona poe sua quietude, espirito dos anos remotos. Sua historia e vida dos habitantes esta exposta no museu de folclore que tem a mais de um mil dos objectos de artesanato, vida quotidiana, coleccoes de porcelana e quadros. Tutaev e a patria de Valentina Tereshkova – a primeira mulher-cosmonauta.

Mais uma cidade bonita nas margens de Volga que faz parte da Volta Dourada e a cidade Myshkin (do Rato). Aqui  param os navios fluviais na sua rota de Moscovo a Sant-Peterburgo. A lenda diz que um dia o principe Yuhotski depois da caca se deitou na margem do rio para descancar. E acordou quando o rato lhe correu pelo rosto. O principe abriu os olhos e viu uma serpente venenosa. Assim foi que em honra do pequeno roedor o principe mandou construir uma capela.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     
Actualmente os habitantes da cidade do Rato – Myshkin inventaram criar um unico museu de rato aproveitando o nome da cidade, o museu e uma coleccao de diferentes imagens ridiculos e interessantes do pequeno animal cinzento. Alem disso, na cidade existe museu de Piotr Smirnov, natural desta cidade e autor da marca de vodka conhecida em todo o mundo. Ha pouco que foi aberto mais um museu de valenki – calcado tradicional russo de inverno.

Uglitch e a cidade encantador no rio Volga e toda sua historia esta ligada com o misterioso acontecimento do fim do seculo XVI – morte de ultimo Riurikovitch – Dmitriy - filho do czar Joao o Terrivel. O povo suspeitando que foi asassinado levantou insurreicao que foi sufocada cruelmente. O sino que chamou os homens para a rebeliao foi executado como homem: foi chicoteado, arrancaram-lhe a lingua e mandaram para Siberia. Passados muitos anos o sino recebeu absolvicao e agora esta no Kremlin de Uglitch.

Ha ainda mais duas coisas notaveis em Uglitch: museu “Biblioteca da vodka de Russia” com a exposicao historica de producao, conservacao e emprego desta bebida e museu privado da familia de Kulaguin em que se pode ouvir a famosa  musica de sinos no concerto de camara.

E a pequena cidade na alta margem direita do rio Volga conhecida desde seculo XII. A maior curiosidade e a torre de sinos do Catenral Nikolskiy (1800) que se emerge da agua que tem coberto uma parte da cidade em resultado da construcao da potencia central hidraulica de Uglitch. Durante os preparativos de inundacao todas as construcoes foram desmontadas ou explodidas mas a torre ficou para entreinanento dos principiantes de paraquedismo. Agora transformou-se em simbolo da cidade. Ate que foi cercade de terra para impedir a destruicao sob efeitos de agua e movimentacao de gelo.

Este templo foi construido em 1158 – 1160 (reconstruido em 1185 – 1189). E templo grande de pedra branca, de cinco cupolas e cinco naves cujo interior foi decorado de frescos dos seculos XII – XIII e frescos de Andrei Rubliov e Daniil Thciorniy (1408). No inicio do seculo XIX a torre de sinos foi acoplada ao templo e mais tarde foi aumentado por mais uma construcao de Georguiy.

Em Vladimir – cidade da historia que conta a mais de mil anos ha um monumento famoso do seculo XII – Portas Douradas de pedra branca. Estas portas dao inicio a rua  principal da cidade. Este nome das portas descreve em primeiro lugar sua importancia embora nos tempos antigos proprias portas de carvalho foram revestidas de cobre dourada. O arco das portas foi decorado de frescos e na igreja em cima das portas estavam ministradas as missas. Actualmente la esta museu historico-militar.

O Templo de Grande principe do seculo XII na cidade de Vladimir erguendo-se em cima da por sua parte frontal ao rio Kliazma e largos campos a sua traz.  O templo Dmitrievskiy e unico por entalhamento em pedra que cobre-no. Entre mais de um mil de imagens cujo segredo ate agora nao eta descoberto ha rei Solomao e cantor de salmos David, Alexandre Magno e principes russos. Em cima o templo esta decorado da Cruz  esmerada com cata-vento en forma de pombo

Esta obra/prima da arquitectura russa as vezes esta comparada com a vela btanca que fica a poucos quilometros de Vladimir. Foi construida em 1164. A igreja esta em cima da colina artificial de 6 metros entre lezirias do afluente dos rios Kliazma e Nerl. A estrada nao chega ate junto da igreja e a preciso andar quase 2 quilometros e e um passeio muito agradavel. Ha uma lenda segundo qual em seculo XVIII tentaram desmontar a igreja por razao de que a paroquia foi muito pequena. Mas, por vontade da Nossa Senhora a quem igreja foi sagrada, caiu um raio de sol na sua cupula dourada e cegou os operarios. Foi assim que a igreja ficou salva.

A cidade antiga Murom  na regiao de Vladimir e a patria do heroi lendario russo Ilia Muromets, esta perdida dentro das florestas selvagens desta zona. Os conjuntos arquitectonicos dos mosteiros na alta margem do rio Oka sao decorativos e esbeltos. No museu historico de arte, na “pequena Ermitagem” ha uma perfeita coleccao de mobilias e louca dos seculos XVIII-XIX. Sao Na cidade gozam de popularidade combates simulados e representacoes sobre a vida dos herois lendarios e fabulosos.

O lugar mais fabuloso da Volta Dourada e a pequena Suzdal que por tradicao decebe os hospedes por tilintar dos sinos. Durante ultimos dois centenarios e meio esta cidade-museu nao mudou. Aqui estao concentrados a mais de 200 monumentos de arquitectura de mil anos passados, sao: Kremlin, distrito comercial, alguns mosteiros, pequenas e grandes igrejas sem conta . Milhares de turistas visitam anualmente a cidade e a cada passo estao na venda as pecas de artezanato e medovukha – antiga bebida russa de pequeno teor alcoolico, mencionada em muitos contos e lendas populares.

Ao longo de toda a Volta Dourada encontram-se aldeias e vilas em que desde tempos antigos moram mestres de artezanato. Ate agora  em Gus-Khrustalniy produzem pecas de cristal, em Palekh – porta-joias de madeira pintada, em Jostovo – bandejas metalicas pintadas, em Pavpov Possad – lencos e xales de decoracao ornamental, em Rostov – esmalte e joias esbeltas com pinturas em miniatura. Talvez nao seja possivel encontrar um viajante, um turista que nao comprasse pelo menos uma coizinha uma pequena lembranca tradicional da Russia.

Um dos monumentos muito conhecidos na Russia e o mosteiro Ipatevskiy  em Kostroma. Nos tempos antigos foi uma igreja modesta de madeira que se transformou num riquissimo mosteiro de pedra, num berco da dinastia Romanov dos reis russos.  Foi aqui que chegou a embaixada de boiardos e pediu a Mikhail Romanov que fosse o Czar da Russia.

Actualmente neste couto historico-cultural funcionam alguns museus um dos quais e dedicado a tradicao russa de beber cha. Ente a louca antiga, xaleiras e samovares ha um que pesa 15 gramas e contem 2 gramas de agua, mas funciona.


Visite-nos

Av. De Brasil 90-C
1700-073 Lisboa

Get Direction
Contacte Port-Travel

Tlm: 962 580 520
Tlm: 969 574 542

Email: Vistos@Outlook.pt
Horario

Segunda - Sexta: 10:00 - 19:00
Sabado: 09:30 - 13:30

Dominfo: Fechado :)