Na preparação dos artigos desta coluna foram utilizados materiais informativos da Agencia Federal de Turismo da Federação de Rússia

Teatro na Rússia

De acordo соm о decreto do governo russo, о аnо de 2019 nа Rússia é proclamado о Аnо do Teatro. О teatro russo é, sem dúvida um dos mais ricos do mundo, devido à sua quantidade de dramaturgos, escritores е реças de teatro. А arte teatral nacional tem uma tradição longa e mereceu reconhecimento е fama internacionais. Sabe-se que ja nа éроса medieval nа Rússia, а partir do século XI, espetáculos pelos artistas amadores tinham sido extremamente populares. No século XVII foi inaugurado о primeiro teatro da Corte da dinastia Romanov.

Ainda hoje se pode encontrar na Rússia pessoas com o nome Portugalov. Na opinião dos linguistas, a sua procedência tem, na verdade, raízes lusitanas. Tratava-se de judeus que fugiram de Portugal depois do rei D. Manuel I ter começado em 1494 uma campanha de expulsão dos judeus do país. Os primeiros dados confirmados documentalmente, sobre a chegada de migrantes portugueses à Rússia, remontam aos finais do século XV. No século XIX, o Czar Alexandre II obrigou os judeus a mudar os seus nomes tradicionais para nomes cristãos. Alguns decidiram ligar os seus nomes ao país de sua procedência. Assim surgiram os Portugalov na Rússia.

A Igreja Ortodoxa Russa conta com uma história de mais de mil anos. Segundo a lenda foi o Santo Apostolo Andrei Pervozvanniy que iniciou a era crista, pregando o Evangelho na região do Rio Dnieper, nas colinas de Kiev e abençoando a futura cidade de Kiev. A difusão do cristianismo na Rússia foi influenciada pelos vizinhos: um grande estado cristão: o Império Bizantino. O Sul da Rússia foi famoso pela missão apostólica dos Santos Apostólicos Kirill e Metódio, os iluministas dos eslavos. No ano 954 foi convertida a princesa de Kiev Olga. A seguir foi o seu neto, o Príncipe Vladimir que quis igualmente receber o baptismo, e a partir do ano 988 o cristianismo espalhou-se por toda a Russia.

A Rússia, que já foi o maior e mais poderoso membro da ex-URSS, continua sendo um país fascinante para se visitar. É um país de contrastes, de grandes praias subtropicais a regiões de inverno extremamente frio no norte. O leste pode ter menos pessoas, mas suas cidades encantadoras estão entre os lugares mais populares para visitar na Rússia e podem se manter contra o oeste. A Rússia está rica em história em todos os lugares que um viajante vai, de batalhas cruéis a boa música clássica e literatura. E em quase todos os lugares os visitantes podem ver exemplos de arte magnífica, não apenas em museus, mas também em suas igrejas.

Cruzeiros sao viagens fascinantes e romanticas. Navegando itinerarios aquaticos turistas desfrutam paisagens inesqueciveis, conhecem historia, cultura, vida e tradicoes dos povos do nosso pais. Viajar ao navio por rios grandes Russos e uma das melhores oportunidades de conhecer a Russia com a beleza severa da regiao Noroeste, Siberia e Extremo Oriente, noites brancas famosas do Santo Petersburgo e via aquatico artificial Volgo-Baltijski. Turistas estrangeiros geralmente tomam cruzeiros de semana de Moscovo para Santo Petersburgo, todavia ha uns, que preferem viagens mais longas ao longo do Volga ou rios de Siberia (Lena, Irtish, Enisey, Ob, Amur).

Turismo ecologico e o ramo do turismo que hoje em dia se desenvolve mais rapidamente. Um homem da cidade moderna que esta cansado de darapidez da vida dos ruidos urbanos quer juntar-se a natureza, passear pelas florestas apaziguadoras, respirar limpo ar das montanhas, escutas as cancoes das aves. Tal descanco e muito utiil para a saude fisica e espiritual do homem . Russia e um pais dos mais atraentes para o turismo ecologico.

Chamam ao rio Volga “Rua principal” da Russia e considera-se um dos simbolos do pais. "Volga, Volga, minha mae" diz a palavra da antiga cancao Russa. Volga – e o rio mais longo da Europa, tendo a extensao de 3530 quilometros. O astronomo da Grecia antiga Claudius Ptolomeu foi o primeiro cientista, quem descreveu o rio Volga e tracou no mapa seus contornos em geral, o que se deu no 2? seculo da nossa era.

Siberia – e uma sensacao, uma imagem mais do que uma denominacao geografica. Tudo que se extende por traz das montanhas de Ural para Oriente, toda a parte norte do continente asiatico entende-se por muitos, por estrangeiros em especial, como Siberia. Aqueles que nunca vizitaram este territorio imenso aplicam a este espaco – cidades, taiga (floresta selvagem), mares, rios, lagos e pantanos – entendimento estereotipico: neve, frio, grandes distancias e barbaria …

O Extremo Oriente para os europeios parece o verdadeiro “extremo do munto”. Pois, a diatância entre Moscovo e Vladivostók é maior que     mil quilómetros, a diferença de tempo entre hora local e a da Europa central é de 10 horas. Mas, para os indígenas e seus vizinhos da regiáo asiática e do Pacífico, o Extremo Oriente não é tão “extremo”. A comunicação por meio da aviação liga as cidaded principais da região – Vladivostok e Khabarovsk com Japão, Coreia do Norte e do Sul, Tailândia, EUA. Os navios turísticos navegam para Japão e República de Coreia. O caminho de ferro Transsibéria passa atravéz de todo o território e tem ramificação na sua extremidade para a fronteira e o litoral.

A compreenção  da vida russa pelos estrangeiros é esteteotípica. Talvéz foi o romanista fransês Alexandre Dumas-pai quem viajou por Rússia e deu início a tal compreenção. Numa das suas obras o autor descreve como estava descançando na sombra de “ramoso oxicoco”. É interessante saber como conseguiu descansar debaixo dos seus ramos, pois oxicoco não é uma árvore mas pequeno arbusto que cresce nos pántanos. Desde então a expressão “ramoso oxicoco” em russo é o sinónimo de incompetência e poucos conhecimentos em qualquer matéria.

Rússia é o país da riquíssima história e cultura. Desde tempos antigos existem as tradições religiosas e culturais de diferentes povos que moram aqui. O conjunto arquitectónico do Kremlin de Moscovo, palácios de São-Peterburgo, cidades antigas da Volta Dourada são conhecidos em todo o mundo.
Moscovo é a capital da Federação da Rússia, centro de negócios, siência e turismo. A Moscovo pela primeira vez foi mencionada nas crónicas em 1147. A cidade foi fundada por príncipe de Suzdal Yuriy Dolgorukiy. O desenvolvimento rápido de Moscovo deve-se a favorável posição geográfica em que se cruzam as vias comerciais de entre os rios Oká, Volga e rio Moscovo.

 

Visite-nos
Av. de Roma 119A 
1700-346 Lisboa 

Obter direções

Contacte-nos

Tlm: 962 580 520
Tlm: 969 574 542 

Email: vistos@outlook.pt

Horario
Seg - Sex: 10:00 - 14:00 15:00 - 19:00
Sabado: 10:00 - 13:0

Domingo: Fechado :)